A ministra da Cultura do Luxemburgo, Sam Tanson - FOTO ©MCULT

O sector da Cultura no Luxemburgo recebeu cinco milhões de euros em apoios por causa da crise causada pela pandemia da Covid-19, revelou a ministra da tutela.

De acordo com Sam Tanson, no âmbito do programa de relançamento do sector cultural “Neistart Lëtzebuerg – Culture”, lançado em maio de 2020, mais de 220 beneficiários institucionais e individuais receberam um total de 5 milhões de euros.

Do total, cerca de 1,5 milhões de euros – a maior fatia do envelope financeiro – foram indeminizações “por perdas financeiras decorrentes do cancelamento ou adiamentos de eventos ou devido ao encerramento dos espaços encerramento, entre 14 de março e 01 de junho de 2020”. Esta verba foi distribuída por 29 beneficiários.

A restante verba foi atribuída a museus, projectos culturais, artistas independentes ou aquisição de obras de arte como auxílio aos artistas, de acordo com o comunicado da tutela.

“A pandemia acentuou as vulnerabilidades do sector cultural. Através do programa Neistart, conseguimos introduzir apoios ad hoc e sustentáveis, atendendo às necessidades do sector a curto prazo, mas oferecendo perspectivas de futuro”, disse a ministra da Cultura, Sam Tanson.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade