O filme “Joker”, de Todd Phillips, lidera as nomeações aos Óscares, com 11 no total, seguindo-se, com 10 cada, “O Irlandês”, de Martin Scorsese, “1917”, de Sam Mendes, e “Era Uma Vez… Em Hollywood”, de Quentin Tarantino.

O anúncio de hoje, que colocou de fora da lista de nomeados a Melhor Curta-Metragem de Animação “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa, confirmou a forte campanha do sul-coreano “Parasitas”, de Bong Joon-Ho, que recebeu seis nomeações, incluindo para Melhor Filme, Realização, Argumento Original e Melhor Filme Internacional.

Apesar de “Tio Tomás” não ter sido nomeado e de “A Herdade”, de Tiago Guedes, nem sequer ter chegado à fase final da competição pela nomeação, há pelo menos dois portugueses na equipa do filme de animação “Klaus”, nomeado na categoria das longas-metragens: Sérgio Martins e Edgar Martins.

Os concorrentes lusófonos são encabeçados por “Democracia em Vertigem”, produção da Netflix realizada por Petra Costa, sobre a mudança política no Brasil e o processo de destituição da Presidente Dilma Rousseff, que fez parte da programação do festival IndieLisboa, em 2019.

Nos documentários, “Democracia em Vertigem” compete com “American Factory”, de Steven Bognar e Julia Reichert, “Honeyland”, de Tamara Kotevska e Ljubomir Stefanov, e com dois filmes sobre a Síria: “The Cave”, de Feras Fayyad, e “For Sama”, de Waad al-Kateab e Edward Watts.

A lista dos nove candidatos ao prémio de Melhor Filme é composta por “Le Mans’66: O Duelo”, de James Mangold, “O Irlandês”, “Jojo Rabbit”, de Taika Waititi, “Joker”, “Mulherzinhas”, de Greta Gerwig, “Marriage Story”, de Noah Baumbach, “1917”, de Sam Mendes, “Era uma vez… em Hollywood” e “Parasitas”.

 

A melhor realização, para além de Joon-Ho, é completada por Martin Scorsese, Todd Phillips, Sam Mendes e Quentin Tarantino.

Já no domínio da categoria de melhor Filme Internacional (antigamente designado Melhor Filme Estrangeiro), os nomeados foram o polaco “Corpus Christi – A Redenção”, de Jan Komasa, o norte-macedónio “Honeyland”, o francês “Os Miseráveis”, de Ladj Ly, “Dor e Glória”, do espanhol Pedro Almodóvar, e “Parasitas”.

Para melhor actor principal, foram nomeados Antonio Banderas (“Dor e Glória”), Joaquin Phoenix (“Joker”), Leonardo DiCaprio (“Era Uma Vez… em Hollywood”), Adam Driver (“Marriage Story”) e Jonathan Pryce (“Dois Papas”).

A lista das melhores actrizes principais é constituída por Cynthia Erivo (“Harriet”), Scarlett Johansson (“Marriage Story”), Saoirse Ronan (“Mulherzinhas”), Charlize Theron (“Bombshell – O Escândalo”) e Renée Zellweger (“Judy”).

Nos papéis secundários femininos, surgem Kathy Bates (“O Caso de Richard Jewell”), Laura Dern (“Marriage Story”), Scarlett Johansson (“Jojo Rabbit”), Florence Pugh (“Mulherzinhas”) e Margot Robbie (“Bombshell”).

Na categoria de melhor ator secundário, os nomeados são Tom Hanks (“Um Amigo Extraordinário”), Anthony Hopkins (“Dois Papas”), Al Pacino e Joe Pesci (“O Irlandês”) e Brad Pitt (“Era Uma Vez… em Hollywood”).

Filme de Regina Pessoa de fora das nomeações aos Óscares

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias”, da realizadora portuguesa Regina Pessoa, ficou hoje de fora dos cinco nomeados aos Óscares na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação, do qual era um dos finalistas.

Assim, na categoria de melhor curta de animação os cinco nomeados foram “Dcera”, de Daria Kashcheeva, “Hair Love”, de Matthew A. Cherry e Karen Rupert Toliver, “Kitbull”, de Rosana Sullivan e Kathryn Hendrickson, “Memorable”, de Bruno Collet e Jean-François Le Corre, e “Sister”, de Siqi Song.

A realizadora de cinema de animação Regina Pessoa na Casa-Museu de Vilar, no concelho de Lousada, criadora da curta-metragem, “Tio Tomás, A Contabilidade Dos Dias”, em Lousada, 08 de janeiro de 2020. FOTO: ESTELA SILVA/LUSA

Multipremiada desde a estreia, a narrativa de “Tio Tomás, A Contabilidade Dos Dias” apresenta um homem, numa rotina do dia-a-dia do trabalho, e uma menina a quem ensina a desenhar na parede junto à lareira, com um pedaço de madeira queimada.

O filme tem 13 minutos e foi feito em gravura animada, técnica habitual no trabalho de Regina Pessoa.

A cerimónia dos Óscares acontecerá a 09 de Fevereiro em Los Angeles, Califórnia, e não terá um apresentador anfitrião, repetindo-se o que aconteceu em 2019.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade