O saxofonista norte-americano Pharoah Sanders (FOTO © Eric Welles-Nyström / Pharoah Sanders / Facebook)

O saxofonista norte-americano Pharoah Sanders, um dos nomes mais marcantes da história do Jazz, morreu este sábado (24), aos 81 anos.

A notícia foi avançada pela editora Luaka Bop numa mensagem na rede social Twitter, na qual dava conta de que Pharoah Sanders tinha morrido “pacificamente na sua casa” e “rodeado por familiares e amigos próximos”.

“Estamos devastados em anunciar que Pharoah Sanders faleceu. Ele morreu pacificamente rodeado por familiares e amigos próximos em Los Angeles no início desta manhã. Sempre e para sempre o ser humano mais lindo, que descanse em paz”, lê-se na mensagem.

Pharoah Sanders nasceu em Little Rock, Arkansas, a 13 de Outubro de 1940.

Ao longo da sua carreira trabalhou com artistas como John Coltrane, Don Cherry e foi membro do grupo de jazz Sun Ra Arkestra.

Em tempos, o já falecido saxofonista Ornette Coleman descreveu Pharoah Sanders como “provavelmente o melhor sax-tenorista do mundo“.

Pharoah Sanders ficou conhecido pelas suas características técnicas como ‘overblowing‘, assim como a técnica desenvolvida por Coltrane chamada “sheets of sound“.

O saxofonista de avant-garde jazz Albert Ayler (também já falecido) disse em tempos: “Trane era o Pai, Pharoah era o Filho, Eu era o Espírito Santo.

ND // ND

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade