A cantora canadiana Céline Dion foi diagnosticada com síndrome da pessoa rígida, uma doença neurológica rara, Novembro de 2022 - IMAGEM: CELINE DION via TWITTER / SCREENSHOT LUX24

A cantora canadiana Céline Dion foi diagnosticada com síndrome da pessoa rígida, uma doença neurológica rara, e anunciou nas redes sociais o cancelamento de vários concertos agendados para a Europa.

Tenho problemas de saúde há muito tempo e não é fácil para mim lidar com isso. Entristece-me muito ter que vos dizer que não estarei pronta para começar a minha digressão europeia novamente em Fevereiro“, revelou a cantora canadiana, de 54 anos.

Já no início deste anos, Céline Dion foi obrigada a cancelar 16 concertos agendados para os Estados Unidos e Canadá, da digressão “Courage World Tour“, também por motivos de saúde: “Espasmos musculares graves e persistentes”, foi a justificação dada na altura.

Agora, a cantora revelou sofrer da síndrome da pessoa rígida, uma doença neurológica rara, que afecta uma pessoa em cada 1 milhão.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Céline Dion (@celinedion)

No caso de Céline Dion a doença provoca espasmos musculares e tem afectado algumas funções, como o movimento e as cordas vocais.

A cantora corre igualmente o risco de sensibilidade nos estímulos visuais, sonoros e emocionais e, numa fase mais avançada, pode provocar mialgias crónicas e rigidez muscular estática. Os espasmos podem ser fortes ao ponto de levar fracturar um osso e outras lesões graves.

Esta doença foi descrita pela primeira vez por Moersch e Woltman, em 1956. É mais comum entre mulheres do que homens e surge, na maioria dos doentes, entre os 20 e os 50 anos de idade.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade