A Sporting SAD anunciou, em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que terminou o exercício da época 2018/19 com resultado negativo de 7,877 milhões de euros.

Contudo, a SAD ‘leonina’ alega, no mesmo comunicado, que teria tido um resultado positivo de 700 mil euros caso não tivessem sido constituídas imparidades com os jogadores Alan Ruiz, Luc Castaignos, Josip Misic, André Pinto, Fredy Montero e Bruno Gaspar, que ascendem a um montante de 8,577 milhões de euros.

Em termos globais, o volume de negócios do exercício totalizou 151,6 milhões de euros, o que representa, de acordo com a SAD, um crescimento homólogo na ordem dos 20 por cento.

Nas contas, regista-se ainda o aumento do passivo global em 42,256 milhões de euros, sendo que os capitais próprios se mantêm negativos, no valor de 23,604 milhões de euros.

As contas do exercício entre 30 de junho de 2018 e 30 de junho de 2019 serão submetidas a apreciação e votação em 01 de outubro, em Assembleia Geral de acionistas.

Publicidade