A comissária designada por Portugal para o futuro executivo comunitário, Elisa Ferreira, 63 anos, será responsável pelos fundos de coesão, reformas estruturais e pela implementação do futuro instrumento orçamental para a zona euro.

Já o comissário designado pelo Luxemburgo, o eurodeputado socialista Nicolas Schmit, 65 anos, ficará responsável pela pasta do Trabalho.

O anúncio foi feito esta terça-feira pela presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

No dia em que anunciou a distribuição de pelouros no seu futuro colégio, Ursula von der Leyen dirigiu uma carta a cada um dos seus 26 comissários, explicando-lhes o que espera deles.

Nicolas Schmit. Foto: © SIP / Yves Kortum
Nicolas Schmit. Foto: © SIP / Yves Kortum

Durante uma conferência de imprensa na sede da Comissão Europeia, em Bruxelas, na qual Von der Leyen apresentou, um a um, os seus 26 comissários (o Reino Unido, que deverá deixar o bloco europeu em 31 de outubro, na véspera da entrada em funções do novo executivo, não designou candidato) e respetivas pastas.

Os comissários designados serão sujeitos a audições no Parlamento Europeu, perante a comissão parlamentar competente, o que deverá acontecer no início de outubro, com a assembleia europeia a pronunciar-se sobre o colégio no seu conjunto numa votação prevista para 22 de outubro, em Estrasburgo.

Publicidade