O Grão-Duque Henri e o primeiro-ministro Xavier Bettel nas cerimónias dos 75 anos da libertação do Luxemburgo da ocupação nazi – FOTO ©SIP – Emmanuel Claude

O Luxemburgo assinalou esta manhã os 75 anos da libertação da cidade do Luxemburgo da ocupação nazi, numa cerimónia protocolar com a presença do Grão-Duque Henri e do primeiro-ministro Xavier Bettel, entre outras individualidades.

O dia 10 de setembro de 1944 – a data da libertação – é lembrado como o dia em que a capital do Grão-Ducado ficou finalmente livre da ocupação nazi, embora muitas localidades e aldeias do país ainda tenham ficado sob ocupação das tropas alemãs até ao Inverno de 1944/45. Só a 17 de fevereiro de 1945 o território luxemburguês ficou totalmente livre dos invasores alemães.

O Grão-Duque Jean recebido pelos luxemburgueses – ©Tony Krier – Photothèque Ville de Luxembourg

A efeméride da libertação da capital foi relembrada, esta manhã, com uma cerimónia junto ao monumento Nacional da Solidariedade “Kanounenhiwwel”, na presença de diversas individualidades, representantes políticos e associativos do país e do Comité para a Memória da II Guerra Mundial.

Publicidade