Nicolas Schmit. Foto: © SIP / Yves Kortum
Nicolas Schmit. Foto: © SIP / Yves Kortum

O luxemburguês Nicolas Schmit e a portuguesa Elisa Ferreira constam da lista da equipa de comissários da Presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

A Presidente da Comissão Europeia divulgou hoje a lista dos comissários europeus, designados por cada Estado-membro e que tiveram o seu aval.

A lista divulgada tem 26 comissários, já que o Reino Unido não designou comissário, dado ter prevista a sua saída do bloco europeu em 31 de outubro, véspera da entrada em funções da nova Comissão Europeia.

Esta terça-feira, Ursula Von der Leyen – que entrará oficialmente funções em 01 de novembro, substituindo o luxemburguês Jean-Claude Juncker – anunciará a distribuição de pastas entre os comissários, “e a forma como pretende organizar o trabalho da próxima Comissão Europeia”, numa conferência de imprensa em Bruxelas, na sede do executivo comunitário.

 

Lista de comissários hoje anunciada:

 

Alemanha: Ursula von der Leyen, presidente eleita (PPE), antiga ministra da Defesa alemã.

Áustria: Johannes Hahn (PPE) – Actual comissário responsável pelo Alargamento, ex-comissário de Durão Barroso, com a pasta da Política Regional.

Bélgica: Didier Reynders (Renovar) – Ministro dos Negócios Estrangeiros belga.

Bulgária: Mariya Gabriel (PPE) – Actual comissária da Economia e Sociedade Digitais.

Chipre: Stella Kyriakides (PPE) – Deputado, antigo presidente da assembleia parlamentar do Conselho da Europa.

Croácia: Dubravka Suica (PPE) – Eurodeputada e antiga autarca de Dubrovnik.

Dinamarca: Margrethe Vestager (Renovar) – Actual comissária da Concorrência. Foi a ‘candidata principal’ dos Liberais ao cargo de presidente da Comissão Europeia.

Eslováquia: Maros Sefcovic (S&D) – Vice-presidente na ‘Comissão Juncker’, com a pasta da União da Energia.

Eslovénia: Janez Lenarcic (Renovar) – Diplomata, embaixador da Eslovénia junto da UE.

Espanha: Josep Borrell (S&D) – Presidente do Parlamento Europeu entre 2004 e 2006, será o Alto Representante da UE para a Política Externa.

Estónia: Kadri Simson (Renovar) – Antiga ministra da Economia, já se encontra no atual colégio da Comissão Europeia, ao ter sido a eleita para suceder ao comissário Andrus Ansip, que depois das eleições europeias decidiu cumprir o mandato de eurodeputado.

Finlândia: Jutta Urpilainen (S&D) – Antiga ministra das Finanças finlandesa.

França: Sylvie Goulard (Renovar) – Antiga eurodeputada e ministra da Defesa.

Grécia: Margaritis Schinas (PPE) – Antigo eurodeputado, foi o principal porta-voz da Comissão liderada por Jean-Claude Juncker desde 2014.

Holanda: Frans Timmermans (S&D) – Atual primeiro-vice-presidente da ‘Comissão Juncker’, com a pasta do Estado de Direito, foi o ‘candidato principal’ dos Socialistas europeus à presidência da Comissão Europeia, e voltará a assumir uma vice-presidência.

Hungria: László Trócsányi (PPE) – Antigo ministro da Justiça, actualmente eurodeputado.

Irlanda: Phil Hogan (PPE) – Atual comissário europeu da Agricultura.

Itália: Paolo Gentiloni (S&D) – Antigo primeiro-ministro, foi o último nome a ser apresentado a Von der Leyen, pela nova coligação no poder em Itália.

Letónia: Valdis Dombrovskis (PPE) – Actual vice-presidente da ‘Comissão Juncker’ com a pasta do Euro.

Lituânia: Virginijus Sinkevicius (Verdes) – Ministro da Economia lituano, pode tornar-se dos mais jovens comissários europeus de sempre (tem 28 anos).

Luxemburgo: Nicolas Schmit (S&D) – Antigo ministro do Trabalho do Grão-Ducado e atualmente eurodeputado.

Malta: Helena Dalli (S&D) – Antiga ministra da Igualdade.

Polónia: Janusz Wojciechowski (ECR) – Antigo eurodeputado, é designado pelo único partido eurocético representado na Comissão (Lei e Justiça)

Portugal: Elisa Ferreira (S&D) – Antiga ministra dos governos chefiados por António Guterres, primeiro do Ambiente, entre 1995 e 1999, e depois do Planeamento, entre 1999 e 2002, eurodeputada entre 2004 e 2016, ex-vice-governadora do Banco de Portugal.

República Checa: Vera Jourova (Renovar) – Atual comissária responsável pela pasta da Justiça.

Roménia: Rovana Plumb (S&D) – Atual ministra do Ambiente.

Suécia: Ylva Johansson (S&D) – Atual ministra do Emprego.

Publicidade