O traficante de armas belga, Jacques Monsieur – FOTO DR

O traficante de armas belga, Jacques Monsieur, ficou esta sexta-feira em prisão preventiva até ser extraditado, decidiu o Tribunal da Relação de Évora.

Jacques Monsieur não se opôs à extradição perante o juiz-relator do Tribunal da Relação de Évora e que irá aguardar a conclusão do processo em prisão preventiva.

O belga, de 66 anos, foi detido na quarta-feira pela Polícia Judiciária na zona de Évora e está indiciado por associação criminosa e tráfico de armas. A detenção ocorreu após troca de informações com as autoridades da Bélgica.

Em outubro de 2018, Jacques Monsieur, 66 anos, foi condenado pelo Tribunal de Apelação de Bruxelas a quatro anos de prisão e ao pagamento de um milhão e 200 mil euros por tráfico de armas e participação em organização criminosa, mas não cumpriu a sentença porque se encontrava em parte incerta.

O traficante de armas belga, Jacques Monsieur – FOTO DR

Em 2010, nos Estados Unidos, Jacques Monsieur, já tinha sido condenado a 23 meses de prisão por tentar vender peças de aviões de combate ao Iraque.

Oito anos mais tarde, um tribunal de Bruxelas condenou o traficante de armamento a três meses de prisão por ter vendido lança-foguetes e peças de mísseis ao Irão, Equador, Bósnia e Croácia nos anos 1980 e 1990.

Publicidade