O FC Porto procura hoje assegurar a presença no ‘play-off’ da Liga dos Campeões de futebol, na receção ao Krasnodar, depois do triunfo por 1-0 na Rússia, na segunda mão da terceira pré-eliminatória.

Um golo de Sérgio Oliveira já perto do final deixou os ‘dragões’ em vantagem no intervalo da eliminatória e em boas condições de continuar a lutar pela nona presença consecutiva na fase de grupos da competição milionária.

Danilo, com problemas físicos, deverá falhar o embate com os russos e promete ser uma baixa de peso na formação de Sérgio Conceição, depois de já ter estado ausente em Barcelos, no último sábado, na derrota por 2-1 frente ao Gil Vicente, na primeira jornada do campeonato português.

Caso confirme a qualificação, o FC Porto já sabe que no ‘play-off’ terá pela frente os turcos do Basaksehir, do central português Miguel Vieira, ou os gregos do Olympiacos, comandados pelo técnico Pedro Martins e que contam com um trio de jogadores luso: José Sá, Rúben Semedo e Daniel Podence.

Sérgio Conceição admite que “existe grande probabilidade de Danilo não jogar”

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, admitiu que “existe uma grande probabilidade de Danilo não estar disponível” para o jogo com o Krasnodar, da segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões de futebol.

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição. FOTO: FERNANDO VELUDO / LUSA

“Está condicionado, não da forma que quiseram passar a mensagem, que foi por poupança, ou opção… Está verdadeiramente limitado, não sabemos se podemos contar com ele amanhã [terça-feira], há grandes possibilidades de não estar disponível para amanhã. Só por impossibilidade física. Não duvidem do que estou a dizer”, disse.

O internacional português falhou o jogo com o Gil Vicente, da primeira jornada da I Liga, devido a uma mialgia no gémeo da perna direita e não esteve presente no último treino que os portistas realizaram antes do encontro com os russos.

Sobre o Krasnodar, que o FC Porto venceu por 1-0 fora, Sérgio Conceição disse que é necessário pensar como se a eliminatória estivesse a zero.

O plantel do FC Porto durante uma sessão de treino. FERNANDO VELUDO / LUSA

“Vamos ter um adversário que não vai fugir muito ao habitual daquilo que é. É uma equipa que gosta de assumir o jogo, que já foi um pouco diferente no primeiro jogo, também pelo conhecimento da nossa equipa. Estamos em vantagem, não está nada conseguido, 1-0 é um resultado enganador, temos de ir para o jogo como se estivesse 0-0 na eliminatória”, disse.

Considerando saber “daquilo que o Krasnodar pode fazer”, o treinador dos portistas espera “um Krasnodar mais agressivo na procura da baliza, de pressionar mais alto, de esperar num bloco mais intermédio”.

“Depende de nós, da atitude que temos para este grande jogo. Preparámos o jogo da melhor forma em termos estratégicos”, disse Sérgio Conceição.

O treinador dos ‘dragões’ foi ainda questionado sobre o facto de a equipa ter mais responsabilidade ou motivação para ter um resultado positivo depois da derrota em Barcelos, frente ao Gil Vicente, por 2-1.

“Não dependemos do vento, da chuva, do estado do terreno para estar com mais ou menos motivação dependendo disto ou daquilo. Temos de a ter para jogar com um adversário que nos permite passar mais uma etapa. Se ganhássemos perguntavam se estávamos mais moralizados. Sim, vamos lutar para ganhar amanhã [terça-feira]. Mais ou menos responsabilidade? Não. Fio da navalha? Estava quando tinha 12 anos, quando estava a trabalhar com o meu pai nas obras, aí estava”, referiu.

Adjunto do Krasnodar otimista com bom resultado no Dragão

Sergey Matveyev, treinador adjunto do Krasdonar, relevou-se optimista num bom resultado no Estádio do Dragão, frente ao FC Porto, em jogo da segunda mão da terceira eliminatória da Liga dos Campeões.

“Analisámos o jogo passado [derrota por 1-0 em casa com os ‘dragões’] e pensámos no que aconteceu. Percebemos que o FC Porto tem pontos fracos e é isso que vamos tentar explorar”, começou por explicar o treinador.

O treinador-adjunto do Krasnodar, Sergey Matveyev. FOTO: FERNANDO VELUDO / LUSA

Matveyev considerou que o FC Porto “joga de uma forma muito compacta, joga rapidamente” e é isso que vão ter em consideração no encontro.

Apesar acreditar que a equipa está preparada para dar a volta ao resultado, Sergey Matveyev não tem dúvidas que “vai ser um jogo muito complicado”.

“O primeiro resultado não foi bom, mas amanhã [terça-feira] vamos fazer de tudo para ganhar o jogo e seguir em frente na prova”, acrescentou.

O plantel do Krasnodar durante uma sessão de treino. FOTO: FERNANDO VELUDO / LUSA

O jogador brasileiro Wanderson também falou e salientou as qualidades do Krasdonar para dar a volta ao resultado favorável ao FC Porto.

“Nós também temos qualidade. Sabemos disso. Vamos tentar ganhar o jogo na casa deles”, frisou.

O encontro está agendado para as 21:00 (hora luxemburguesa), no Estádio do Dragão, no Porto, e será dirigida pelo italiano Marco Guida.

Publicidade