O número de feridos na sequência do tornado que esta sexta-feira (09), cerca das 18:00, atingiu as comunas de Bascharage e Pétange, no sul Luxemburgo, deixando um rasto de destruição, subiu para 19 feridos, um dos quais em estado grave, de acordo com a mais recente actualização das autoridades.

Para além dos feridos, o tornado, que durou cerca de um minuto, deixou um rasto de destruição, arrancando telhados, derrubando árvores, sinais de trânsito, estruturas, causando inúmeros danos e prejuízos.

As rajadas de vento atingiram 128 quilómetros/hora e terão danificado cerca de 200 habitações, 30 das quais ficaram sem telhado e muitas inabitáveis.

Segundo o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, “não há registo de feridos entre a comunidade portuguesa”.

Para as operações de limpeza e socorro foram mobilizados perto de 200 bombeiros e quatro dezenas de polícias.

O MeteoLux, o serviços meteorológicos nacional, mantém hoje o nível de alerta de amarelo pelo menos até às 18:00, devido à previsão de ventos fortes, com rajadas que podem atingir os 70 kms/h. A temperatura máxima deverá rondar os 24°C.

Fonte: MeteoLux

 

Grão-Duque Henri e primeiro-ministro Xavier Bettel visitam local da tragédia

 

O primeiro-ministro Xavier Bettel interrompeu as suas férias e deve visitar a cena do desastre natural durante este sábado. O Grão-Duque Henri confirmou que visitará o local este sábado à tarde.

Um conselho de Estado está agendado para esta noite, para decidir medidas a tomar, mas o ministro Dan Kersch garantiu, citado pela RTL, que “ninguém ficará na rua”, na sequência do tornado.

O ministro – que esta madrugada esteve no terreno – garantiu ainda que as vítimas que não puderam voltar a casa serão realojadas até que possam regressar aos seus lares.

Há uma linha de apoio às vítimas (8002 8080) e que também poderá ser contactada a partir do estrangeiro (00352.497.719.147).

Publicidade