Ramsés Nunes, historiador brasileiro e ativista musical, escreve semanalmente às quartas no LUX24.

A relação do atual chefe do executivo brasileiro com madeireiros e garimpeiros, expõe uma característica tenebrosa.

Os grupos políticos de extrema direita se aproximam de uma ideia equivocada de meio ambiente. Quando muito discutem que haveria um alarde exagerado, fomentado por militantes ambientalistas.

Ao mesmo tempo, órgãos de profunda respeitabilidade, como o IMPE no Brasil, responsável pela divulgação de dados sobre o avanço do desmatamento da Amazônia, cujo diretor foi exonerado e substituído por leigos, estão sendo desqualificados.

Somando-se a liberação de agrotóxicos para serem comercializados, de uma lista de alto impacto na saúde, e respondendo a demandas corporativistas do agronegócio, temos que temer pelo que se abaterá sobre o meio ambiente, em escala global.

Publicidade