Última capa e manchete do jornal Le Jeudi que na quinta-feira, 06.06.2019, esteve nas bancas pela última vez – FOTO: © Facebook Jacques Hillion

O encerramento do jornal semanário em língua francesa, Le Jeudi, no Luxemburgo, atira dez pessoas para o desemprego.

Segundo a central sindical OGBL, o plano social negociado com a direção do grupo Editpress, editor da publicação, abrange 10 dos 15 funcionários do jornal.

Para além do direito ao subsídio de desemprego, o plano social prevê ainda uma indemnização extralegal para os dez trabalhadores, sendo que em alguns casos foi possível negociar o acesso à pré-reforma.

Os jornalistas afectados vão também beneficiar de medidas de isenção fiscal e de apoios na procura de um novo emprego.

O semanário Le Jeudi, fundado em abril de 1997, fechou 22 anos depois, no passado dia 6 de junho.

O grupo Editpress justificou o fim do semanário com “problemas financeiros”, derivados da perda de receitas da publicidade.

Publicidade