O ciclista Tiago Ferreira

O ciclista português Tiago Ferreira (DMT Racing Team) sagrou-se hoje campeão europeu de maratona BTT (XCM), ao vencer a competição de 90 quilómetros, disputada em Kvam, na Noruega.

Tiago Ferreira ficou à frente do italiano Samuele Porro, segundo classificado a quatro segundos, e do estónio Peeter Pruus, terceiro a 11 segundos.

O também português José Dias (DMT Racing Team) foi o oitavo classificado, a 5.49 minutos, numa prova em que tentou ‘apoiar’ o companheiro de equipa, com o selecionador nacional a realçar esse mesmo papel.

“Foi um trabalho espetacular do Tiago Ferreira e do José Dias, que foi uma companhia constante, trabalhando muito para o resultado final e conseguindo, ainda assim, ficar na oitava posição. O Tiago esteve mesmo muito forte, numa luta a cinco”, salientou o selecionador Pedro Vigário.

Os dois ciclistas tentaram manter-se nas posições mais adiantadas, num percurso que teve um acumulado de subida na ordem dos 3.000 metros, e Tiago Ferreira garantiu o triunfo após atacar a quilómetro e meio do final, e vencer isolado.

“Os italianos não trabalhavam no grupo da frente e temi que começassem a atacar-me à vez, como no ano passado. Ataquei a quilómetro e meio da meta e entrei na última descida estilo ‘kamikaze’”, afirmou o ciclista campeão europeu.

Tiago Ferreira disse que sabia ser importante ‘sobreviver’ aos primeiros 45 quilómetros, “perigosos” nas quedas e avarias, e que se isso acontecesse teria uma segunda metade ao seu jeito: com “estradões largos e asfalto”.

Depois de ter sido campeão mundial e vice-campeão europeu de maratona em 2016, e campeão europeu e vice-campeão mundial em 2017, o ciclista volta agora ao lugar mais alto do pódio num Europeu.

Publicidade