Os mais dois milhões de euros angariados pela família da pequena Matilde Sande, a bebé de dois meses e meio que sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME), não serão tributados pelo Estado.

A garantia foi dada por António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, em entrevista ao jornal Eco.

“Não me parece que esse caso em concreto justifique a aplicação da norma de incidência de Imposto de Selo sobre donativos acima de 500 euros”, afirmou o secretário de Estado.

“[O mais] relevante nesta fase é dar toda a tranquilidade aos pais da Matilde, para que se concentrem no que é mais importante que é a vida da Matilde”, sublinhou António Mendonça Mendes.

O caso da bebé Matilde saltou tornou-se mediático depois de os pais da menina terem lançado uma campanha de ‘crowndfunding’ através do Facebook, com o objetivo de angariar até dois milhões de euros para comprar um medicamento para a filha, que sofre de atrofia muscular espinal.

 

Olá meus queridos, Passei bem a noite e continuo a recuperar bem. Hoje vou iniciar a tosse assistida, para me ajudar…

Publiée par Matilde, uma bebé especial sur Jeudi 4 juillet 2019

Publicidade