A problemática não é nova, mas é agora reforçada pelo STATEC. De acordo com um novo relatório sobre a habitação, o Instituto Nacional de Estatísticas do Luxemburgo alerta para a escassez de habitação no país.

De acordo com os dados revelados esta segunda-feira (13) pelo STATEC, foram construídas 3.856 habitações em 2016 (+25% em relação a 2015).

Contudo, o aumento não responderá convenientemente à procura, que é cada vez maior, e é expectável que muitas famílias tenham dificuldade em encontrar casas para arrendar ou comprar no mercado imobiliário luxemburguês.

No passado mês de abril, o Instituto Nacional de Estatísticas luxemburguês alertava para a necessidade de construir entre “243.000 à 324.000” habitações no país, até 2060, para conseguir satisfazer a procura existente.