O deputado argentino Héctor Olivares, baleado na quinta-feira nas imediações do Congresso, em Buenos Aires, morreu este domingo na sequência dos ferimentos.

“Lamentamos profundamente a morte do deputado Héctor Olivares. Acompanhamos a família neste momento difícil”, escreveu na rede social Twitter a coligação “Cambiemos”, à qual pertencia o parlamentar de 61 anos.

Olivares estava hospitalizado desde quinta-feira no Hospital Ramos Mejía, na capital argentina. O ataque já tinha provocado a morte do seu assessor Miguel Yadón, que morreu no local.

Pelo menos seis pessoas foram já detidas pelas autoridades, que atribuem o ataque a razões pessoais e não políticas.

O deputado representava a província de La Rioja, no oeste da Argentina.

Publicidade