Luís Pena, advogado, escreve quinzenalmente às terças no LUX24.

Desde há algum tempo que sentimos que a União Europeia está a trilhar um caminho perigoso… Está a afastar-se dos valores originais.

A alternativa à União Europeia é algo de impensável. Não será bom pensar num recuo ao passado antes da sua criação. Esse recuo seria sinónimo de guerra…

Temos, enquanto cidadãos, de nos bater por uma Europa mais humana e mais amiga do Ambiente. Uma Europa intransigente às tentativas nacionalistas e de exclusão social.

Devemos colocar o centro do debate mais nas pessoas e menos no pensamento do crescimento económico como critério do sucesso.

O exemplo recente da jovem sueca de 16 anos, Greta, é uma esperança de que algo pode e deve ser feito em termos de combate contra as alterações climáticas.

Não podemos assistir de braços cruzados ou pura e simplesmente fechar os olhos.

Restam-nos apenas 10/20 anos, no máximo, para tentarmos inverter (sem garantia que tal ainda seja possível…) os danos das alterações climáticas em termos planetários.

A União Europeia deverá ter nesta matéria como noutras um papel importante a desempenhar.

Por tal facto, vale a pena lutar pela Europa e esse combate deverá começar já!

Publicidade