Pedro Cunha, escritor e cineasta, escreve às sextas no LUX24.

Esta longa-metragem inglesa, realizada por Nick Park, é uma animação que narra uma história grandiosamente engraçada com homens das cavernas a defrontarem os homens da idade do bronze num épico jogo de futebol.

A técnica do Stop Motion foi a escolhida para dar vida aos personagens deste filme que, ao bom estilo do humor britânico, irá promover um divertido serão a toda a família!

Tudo começa com um meteoro a apagar os dinossauros da face da Terra, promovendo a ascensão dos homens das cavernas que “descobrem a bola de fogo” que é automaticamente utilizada como primeira forma desastrada para “jogar futebol com direito a pinturas rupestres”.

Apesar de Early Man parecer um retrato da Era moderna do futebol, que se iniciou em Outubro de 1863 na Inglaterra (organização da primeira associação de clubes, criação do primeiro regulamento e as 14 regras primárias), não podemos esquecer que nos séculos III e II A.C. existiu uma actividade semelhante e devidamente documentada com um manual de exercícios correspondentes à dinastia Han da antiga China (para além de evidências em outros pontos do planeta).

O futebol como hoje o conhecemos, foi instituído pela FA “Football Association” que Ebenezer Cobb Morley promoveu num conjunto de reuniões com 12 clubes as quais permitiram distinguir definitivamente o desporto Rei do Rugby.

No filme seguimos um dos heróis, o corajoso Dug (Eddie Redmayne empresta a sua voz ao personagem) e o seu ajudante suíno, que depois de forçados a irem para Badlands procuram uma solução para regressarem ao seu idílico vale.

Em desespero, desafiar a constelação de estrelas da equipa do Real Bronzio parece ser a única solução de Dug.

Será que a nova amiga de Dug, Goona (Maisie Williams que dá voz à personagem), será a chave para salvar os homens da caverna de uma vida de servidão nas minas?

Enquanto rapariga, terá ela autorização para pisar o relvado sagrado e disputar um jogo de futebol?

O que mais impressiona no filme é a percentagem de acerto das piadas!

Garantidamente Early Man irá soltar o seu riso com “bolas” obscenas ou com os “tackle” de trocadilhos vincados por gargalhadas que irão predominar durante os quase 90 minutos de entretenimento cinematográfico.

Será que na cena de Dug, com um painel de vidro e uma queda em filas de assentos reclináveis lhe irá lembrar a fisicalidade de Harold Lloyd e Buster Keaton?

Depois de recentemente ter terminado o circuito pelos festivais de cinema de animação e receber várias nomeações, Early Man (“A Idade da Pedra”) arrecadou apenas o prémio para melhores efeitos no British Independent Film Awards que reconheceu o trabalho de Howard Jones.

Já o realizador Nick Park, que conta já com 4 OSCARS, talvez regresse à passadeira vermelha com um dos próximos projectos em que está envolvido, Shaun the Sheep Movie: Farmageddon, que estreia em Setembro ou Chicken Run 2 que está previsto estrear no Verão de 2020.

Bom filme!

Assista aqui ao trailer do filme: