O Parlamento britânico aprovou quinta-feira, com 441 votos a favor e 105 contra, a legislação interna necessária para alterar a data de saída do país da União Europeia, inicialmente agendada para 29 de março.

Os deputados da Câmara dos Comuns votaram favoravelmente a proposta do Governo que já se sabia antecipadamente contar com o apoio do executivo da primeira-ministra conservadora, Theresa May, e do principal partido da oposição, o Partido Trabalhista.

A legislação agora aprovada tem duas datas de saída: às 23:00 de 12 de abril ou, na condição de um Acordo de Saída ser aprovado, até às 23:00 do dia 22 de maio.

Foram também votadas oito alternativas – os chamados “votos indicativos” – ao acordo de Theresa May, no entanto todas as propostas foram rejeitadas pelo Parlamento.

As opções serão novamente debatidas e votadas na próxima segunda-feira.

 

Resultados de todas as moções:

Moção B – Saída sem acordo a 12 de abril 
160 a favor
400 contra

Moção D – Renegociação de um mercado comum 2.0
188 a favor

283 contra

Moção H – Manutenção de Londres na zona económica europeia
65 a favor

377 contra

Moção J – Garantir união aduaneira com a UE mesmo com Brexit
264 a favor

272 contra

Moção K – Acordos comerciais com a UE próximos ao mercado único
237 a favor

307 contra

Moção L – Impedir saída da UE caso não haja acordo
184 a favor

293 contra

Moção M – Nova medida que efetive o Brexit – com ou sem acordo – sujeita a novo referendo
268 a favor

295 contra

Moção O – Acordo comercial com UE sobre produtos transacionados com o Reino Unido
139 a favor

422 contra