O Brasil não vai organizar a próxima cimeira internacional sobre o clima e está a considerar não assinar qualquer acordo climático na próxima COP25.

O anúncio foi feito pelo Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na sua visita ao Chile.

Bolsonaro reafirmou ainda que “a Amazónia é do Brasil” e é para ser “desenvolvida”, pois, considera, que a preservação do ambiente “não pode estar acima do desenvolvimento”.

Jair Bolsonaro anunciou ainda que o Brasil não pode comprometer-se a atingir metas climáticas, que classificou como “impossíveis” porque, diz, o país precisa também de se preocupar com o seu desenvolvimento.