A rede social Facebook não adiantou as causas para esta quebra dos seus serviços esta quarta-feira (13), mas garantiu não se tratar de um ciberataque.

Cerca de 2,3 mil milhões de utilizadores das redes sociais Facebook, Instagram, Whatsapp e Messenger estiveram “em baixo” durante cerca de 12 horas.

A última vez tal tinha acontecido ao Facebook foi em 2008, quando a rede social tinha “apenas” 150 milhões de utilizadores.