Um enfermeiro do Hospital Kirchberg é acusado de violar uma paciente luxemburguesa, avança a imprensa nacional.

A alegada vítima, uma mulher luxemburguesa, de 35 anos, diz ter sido violada “várias vezes” pelo enfermeiro, contra quem já apresentou queixa.

Segundo a comunicação social luxemburguesa, a mulher terá sido obrigada a fazer sexo oral ao enfermeiro numa casa de banho da unidade hospitalar, onde a mulher tinha dado entrada a 25 de fevereiro após uma tentativa de suicídio.

A mulher, que já antes tinha sido hospitalizada noutras unidades de saúde devido a problemas de depressão, estaria alcoolizada no momento da alegada violação.

O caso está a ser investigado pela Justiça.