O Ministro do Trabalho, Dan Kersch, reuniu terça-feira (12) com os representantes do Coletivo Refugiados Luxemburgo (‘Lëtzebuerger Flüchtlingsrot’), para uma primeira troca de pontos de vista.

Na reunião, que juntou ainda representantes da ADEM, foram abordadas questões relacionadas com o acesso ao mercado de trabalho dos requerentes e beneficiários de protecção internacional no Luxemburgo.

A necessidade da triagem das competências profissionais e linguísticas desde a chegada dos requerentes de asilo e a reforma da autorização temporária de permanência foram outros dos pontos em debate.