Um recluso na cadeia da Guarda, que regressava de uma saída precária, foi apanhado com droga e sete telemóveis escondidos no ânus.

A descoberta insólita foi feita após o homem ser radiografado no hospital da Guarda.

Esta foi a segunda vez esta semana que aquele estabelecimento prisional detectou artigos idênticos no corpo de reclusos.