O livro “Olhares sobre a história e o quotidiano das mulheres no Luxemburgo desde 1940” (“Mit den haien streiten” – Regards sur l’histoire et le quotidien des femmes au Luxembourg depuis 1940’) que este domingo (10) é apresentado em Dudelange, tem um capítulo dedicado à imigração portuguesa no feminino.

O livro é apresentado às 15:00 no Centro de Documentação sobre as Migrações Humanas, em Dudelange, Luxemburgo.

O capítulo dedicado à imigração portuguesa, da autoria de Aline Schiltz, aborda o testemunho de sete mulheres portuguesas no Grão-Ducado, que fogem ao estereótipo da mulher de limpeza.

O livro é uma iniciativa da associação CID-Femmes, com a coordenação da historiadora Sonja Kmec, professora na Universidade do Luxemburgo.

Publicidade