Luís Marinho, professor de Direito e Ciência Política.

Foi uma semana plena de factos importantes.

Marcelo, discretamente, foi ao bairro da jamaica, no Seixal, ouvir e falar com esses portugueses que a vida não bafejou, com a naturalidade de quem convive com qualquer português algures no nosso país.

Foi um gesto de solidariedade e aproximação que faz a pedagogia da igualdade cidadã!

António Costa saiu da sua congénita bonomia e elevou o tom de voz para pôr os pontos nos is, dando voz aos portugueses que se revoltam com a inqualificável postura da bastonária dos enfermeiros.

Não há luta de classe que possa fazer da doença e da morte uma arma de arremesso!

Portugal,pela postura dos seus mais altos responsáveis cumpriu o que se espera de um estado de direito.

Tudo isto tristemente ensombrado pelas patéticas e ameaçadoras atitudes do ditador bolivariano contra portugueses. Nem tudo são rosas…

 

Luís Marinho, professor de Direito e Ciência Política, escreve aos sábados no LUX24.