O jogador do Wiltz, João Soares, que agrediu o árbitro Luís Letra no dérbi entre o Wilwerwiltz e o Wiltz no passado dia 27 de janeiro, durante o jogo da 11ª jornada da Divisão 2 do futsal luxemburguês, foi suspenso por dois anos e meio, decidiu o Tribunal Federal da Federação Luxemburguesa de Futebol (FLF).

O caso e os vídeos das agressões foram revelados em primeira mão pelo LUX24.

João Soares foi suspenso por dois anos e meio, até 27 de julho de 2021 e terá ainda que pagar uma multa de 750 euros.

Já Bryan Araújo, também jogador do Wiltz, que tirou o cartão da mão do árbitro, cena que deu a origem a toda a confusão, foi suspenso por dois meses e meio, até 27 de abril de 2019. O jogador vai ainda pagar 300 euros de multa.

De acordo com o Tribunal Federal da FLF, o Wiltz foi condenado ao pagamento de uma multa no valor de 1.029,5 euros de multa e será punido com dois jogos à porta fechada.

O Wilwerwiltz foi igualmente sancionado com dois jogos à porta fechada e uma multa de 575 euros.

A Tribunal Federal atribuiu anda a vitória no jogo ao Wilwerwiltz, por 3-0. Na quadra o Wilwerwiltz tinha ganho 8-5.

Recorde-se que devido às cenas de agressão e pancadaria, a FLF decidiu adiar a jornada do último fim-de-semana.

O caso foi ainda entregue à polícia.

 

 

Publicidade