A dupla Cátia Abreu e Melanie Melo (à direita) venceu concurso lançado pela McDonald’s para a criação da nova imagem das fardas dos restaurantes da cadeia de ‘fast food’ norte-americana em Portugal. FOTO: Escola Superior de Artes e Design (ESAD) / Gentilmente cedida ao LUX24 / Todos os direitos reservados

 

Melanie Melo, filha de imigrantes portugueses no Luxemburgo, e Cátia Abreu, são a dupla vencedora de um concurso lançado pela McDonald’s para a criação da nova imagem das fardas dos restaurantes da cadeia de ‘fast food’ norte-americana em Portugal.

Melanie Melo e Cátia Abreu, estudantes da Licenciatura em Design de Moda, na Escola Superior de Artes e Design (ESAD), em Matosinhos, no Porto, decidiram participar no concurso lançado pela McDonald’s, em parceria com o CITEVE, e a vitória acabou por surpreender Melanie Melo.

“Foi algo surreal, a Cátia verteu lágrimas de felicidade e eu fiquei estupefacta e ainda hoje não caí bem em mim que ganhamos um concurso de tal magnitude. Estamos as duas extremamente felizes e gratas pela oportunidade que a faculdade nos proporcionou”, disse, ao LUX24, Melanie Melo, de 22 anos, filha de imigrantes portugueses  (o pai é de Molelos e a mãe de Nandufe, do concelho de Tondela) a residirem em Bettembourg, no Luxemburgo.

Sob o tema “Cultivar”, a proposta das duas estudantes da ESAD partiu da necessidade “de preparar um futuro mais equilibrado, saudável e feliz”.

“Tendo conhecimento que a Mcdonald’s já se preocupa com o meio ambiente, sendo a maior parte das suas embalagens em materiais reciclados, apoia vários desportos, como forma de vida livre de excessos, assim como a Fundação Infantil Ronald McDonald que aproxima as famílias durante os momentos mais difíceis das suas vidas, o conceito fundiu-se em detalhes inspirados no desporto, na jardinagem e no elemento de conforto e diversão proposto para o reaproveitamento das fardas que vão deixar de ser utilizadas”, revelou Melanie Melo.

As novas fardas terão ainda pormenores de bolsos de fole que remetem “para bolsas de suporte de vasos de cultivo caseiro, elásticos gráficos, vivos, detalhes localizados em malha rib e acabamentos em flatlock reforçaram o lado mais desportivo das fardas apresentadas”.

“A McDonald’s faz parte da vida desde a infância, acompanha o crescimento, o desenvolvimento das necessidades a nível ambiental e dá amor. CULTIVAR é isso tudo!”, sublinhou a jovem portuguesa, sobre o novo aspecto das fardas que serão apresentadas em breve.

As peças propostas pelas duas estudantes vão vestir, a partir deste ano, os cerca de 6.500 colaboradores dos 166 restaurantes McDonald’s em Portugal. O prémio incluiu ainda a atribuição do montante de 5.000 euros.

A coordenação do projeto e acompanhamento das estudantes coube à designer Maria Gambina, uma das mais famosas estilistas portuguesas.

“Quando a [Maria Gambina] conhecemos tínhamos obviamente aquele receio de errar, mas a professora Gambina mostrou-se logo super acessível e acompanhou-nos durante todo o processo dando dicas e mostrando como e o que fazer para concretizar o nosso projeto”, elogiou Melanie Melo ao LUX24.

Quase a concluir a Licenciatura em Design de Moda, já pensa no futuro profissional, mas “ainda sem fazer grandes planos”.

“Para já quero-me focar nos estudos e acabar a licenciatura. Entretanto vou tentar participar em mais concursos para ganhar experiência. Até ao fim deste ano letivo ainda pode acontecer muita coisa e não quero estar a restringir-me ao fazer demasiados planos. Obviamente que este concurso foi o melhor arranque do ano 2019 que podia ter desejado! Espero que continue e que tanto eu como a Cátia tenhamos muitas mais conquistas daqui para a frente!”, rematou Melanie Melo.