A Grã-Duquesa herdeira, Stéphanie, perdeu o pai, o conde Philippe de Lannoy, que morreu esta quinta-feira (10), aos 96 anos.

A Corte Grã-Ducal do Luxemburgo já lamentou o óbito: “Com grande tristeza, Suas Altezas Reais o grão-duque e a grã-duquesa anunciam o falecimento do conde de Lannoy, pai da grã-duquesa herdeira. Tudo aconteceu a 10 de janeiro. Suas Altezas Reais e o grão-duque e a grã-duquesa, assim como toda a família do grão-ducado unem-se à dor da princesa Stéphanie, à do príncipe Guilherme e à da família do conde de Lannoy. Que os seus pensamentos mais emotivos, as suas oração e o seu grande carinho os acompanhem”, lê-se na mensagem divulgada pela Corte Grã-Ducal do Luxemburgo.

No casamento de Stéphanie com Guillaume, a 20 de outubro de 2012, a fragilidade da saúde do conde de Lannoy não permitiu que este conduzisse a filha ao altar, papel sido desempenhado pelo irmão da princesa.

Stéphanie já em 2012 tinha perdido a mãe, a Condessa Alix.