François Bausch – Foto © SIP – Yves Kortum

 

Tal como foi avançado aquando da apresentação do acordo de coligação governamental (DP, LSAP e Déi Gréng), os transportes públicos no Luxemburgo serão gratuitos a partir do primeiro trimestre de 2020.

A garantia foi dada esta quinta-feira (10) pelo ministro da Mobilidade, François Bausch (Déi Gréng), em sede de comissão parlamentar.

Assim, a partir do próximo ano, os utentes poderão usar o comboio, autocarros e elétrico sem terem de pagar bilhete.

Será o primeiro país do mundo a ter uma rede de transportes públicos 100% gratuita, medida já elogiada a nível mundial.

Contudo, a data exata da entrada em vigor da medida deverá ser avançada ainda este mês de janeiro.

A gratuitidade dos transportes públicos no Luxemburgo deverá custar cerca de 30 milhões de euros por ano aos cofres públicos.

François Bausch garantiu ainda que não haverá despedimentos devido à medida governamental. Por exemplo, os revisores dos comboios passarão a desempenhar outras funções, ainda por determinar.

Publicidade