O alerta foi lançado terça-feira à noite pelo presidente do Sindicato Nacional da Polícia Grã-Ducal (SNPGL): Faltam polícia em “algumas regiões do país”.

Citado pela RTL, Pascal Riquier não quis “por questões de segurança” revelar as zonas de carência, mas o sindicalista avisa que “algumas regiões são ainda mais carentes do que pensávamos”.

A situação é “realmente dramática” e, de acordo com aquele responsável, essa falta de pessoal “pode afetar a segurança dos policiais”.

O SNPGL pretende reunir com a Diretoria Geral da Polícia até ao final desta semana para abordar a questão, bem como os horários de trabalho.